Home / Destaques / Enredo de Albion: As Forças Expedicionárias Reais

Enredo de Albion: As Forças Expedicionárias Reais

Com a aproximação do Closed Beta, é hora de revelar um pouco mais do plano de fundo do mundo de Albion. Hoje, a Sandbox Interactive apresenta mais um sneak peek (prévia) do enredo que está sendo produzido por Peter Newman, escritor de fantasia – o qual está atualmente produzindo um primeiro romance sobre o mundo.


 

As Forças Expedicionárias Reais são a segunda expedição que foi lançada para Albion. A primeira expedição, que foi amplamente considerada um fracasso, consistia principalmente de condenados, criminosos e os desesperados, além de contar com recursos limitados. No entanto, ela conseguiu um feito importante: mostrou ao Rei do Velho Mundo – que são as terras fora de Albion, sem demônios ou quaisquer criaturas fantásticas – que Albion era rica em recursos naturais.

Esta expedição chegou em Albion há cinco anos e sua missão era simples: estabelecer uma base de operações na costa de Albion, permitindo duas coisas. Um: que as futuras chegadas tivessem um lugar de acomodação antes de se lançarem ao desconhecido e, dois, para tributar estas novas chegadas, garantindo assim que um fluxo constante de moedas fizesse o seu caminho de volta aos cofres do Rei. É assunto de debate qual dois dois objetivos é considerado o mais importante.

As Forças Expedicionárias Reais dividem-se em quatro sub-facções:

Royal Agent Avatars

O Exército Real

Vestidos em armaduras reluzentes e ostentando orgulhosamente o seu vermelho e dourado, o Exército Real representa o poder do Rei em Albion. Eles guardam a muralha, patrulham as zonas de segurança e intervém em caso de violação da lei. Embora eles não tenham medo de envolver-se com facções hostis em Albion se tiverem que fazê-lo, sua tática preferida tem sido a de empregar colonos para o trabalho mais perigoso – deste modo, eles só precisam pagar os que retornam.

Os Procuradores Reais

Incumbidos da tarefa de movimentar bens em toda Albion e, sempre que possível, de volta ao Velho Mundo, os Procuradores Reais não são apenas bem sucedidos em frustrar os muitos bandidos e obstáculos naturais que são lançados sobre eles, mas conseguem sempre entregar no prazo. Para aqueles que podem pagar por seus serviços, não há companhia mais segura ou mais rápida para viajar. Os Procuradores operam várias rotas de navegação ao longo da costa, além de caravanas que viajam através de zonas seguras.

Os Forrageiros Reais

Vestidos em cores mais suaves que seus colegas militares, os Forrageiros Reais foram os primeiros a explorar as costas de Albion. Eles trabalham incessantemente para identificar novos recursos, a fim de conduzir outros em direção a estes, despindo a terra o mais rápido que conseguem.

Para aqueles que estão dispostos a assumir o risco, há um bom lucro a ser feito ao se aventurar pelas áreas indomadas de Albion e vender os recursos por lá encontrados aos Forrageiros.

Os Artesãos Reais

Desde a grande muralha até as tendas que as Forças Expedicionárias Reais usam, às estátuas dos Fundadores, todos são obras dos Artesãos Reais. Quando eles chegaram pela primeira vez, partes de Albion foram transformadas por sua habilidade. Mais recentemente eles recuaram, tomando o papel de suporte para novos artífices que desembarcam por lá. Com tendência a manter-se nas cidades, os Artesãos Reais viram pouco dos horrores de Albion e permanecem otimistas, apreciando o desafio de civilizar estas terras selvagens à uma distância segura.

Royal Faction

Como as Forças Expedicionárias Reais o ajudaram quando você chegou pela primeira vez em Albion?

por Christoph via Albion Online

Sobre GrYllO

Apenas um rapaz comum que gosta de basquete, tecnologia e jogos online. Também administro o FansitesBR.com

Veja Também...

Agora vai? Albion Online tem sua data de lançamento anunciada

Bom demais para ser verdade? Ainda há algum hype? Voltaremos à ativa? Sandbox Interactive anuncia a data de lançamento de Albion Online!

Atualização Elaine está online!

Pronto para conquistar as serras e enfrentar seus perigos?